In tens, please (ten pound notes) order combivent online kim dong-jil, a south korean professor who is deputy director of peking universitys center for korean peninsular studies, said a low profile by the u.s. Government and media see more could lead to newmans quick release. Another year caduet coupon we saw this with many conservative funds in the late 1990s, as value-conscious managers were penalized for not participating in the dot-com bubble. Their clients withdrew their assets in an effort to chase performance in other tech-heavy funds that paid little heed to fundamentals. Step #1: check how much space you have free. To click to see more check, open the settings. Go to sd & phone storage, and check out the internal phone storage and available space:. Step #2: uninstall apps that you dont use. Nlp and hypnotherapy training courses to help improve your skills in business, education, therapy and many other areas. Our mission at athletes acceleration is to help you and your athletes achieve the highest levels of athletic success with the highest rated speed training information and resources. Find mineral cosmetic products source for eye, skin and lips. Physicians formula a brand name for latest beauty products. Flexispy is ideal for monitoring the activities of employees or spouse as well. If you are suspicious about your partners activities away from home, you can use this software to inspect his/her activities easily. In the same way, employers can keep an eye on their workforce and check the credibility of spyware for android cell phones employees to ensure data theft does not happen and workers work efficiently during working hours. As stated earlier, flexispy is the cell phone tracker software. Javier aguirres pv true polar axis bipod mount. Javier built this very nice tripod mount that uses a single axis tracker. The main leg is angled up from horizontal, on the north end, by the more info sites latitude of about 34 in arizona. The vertical legs are made from very heavy drill stem.
Menu
Início
Posições Políticas
Pesquisar
Multimédia
Contacta-nos
Avante!
O Militante
pcp-logotipo.jpg
Newsletter
Assinar Newsletter:


Receber em HTML?

Últimas

 

MONTEMOR-O-VELHO - CDU PRESTA CONTAS criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
15-Jul-2016

Como é do conhecimento público a CDU, na pessoa do seu vereador Jorge Camarneiro, renunciou no passado dia 23 de Maio à condução dos pelouros municipais que lhe estavam atribuídos até essa data – Higiene e Limpeza, Saúde e Empreendedorismo, entre outros. Naturalmente, esta devolução de pelouros não põe em causa a permanência do vereador da CDU no executivo municipal, onde continuará a participar e a intervir activamente.

 

SOBRE A RENÚNCIA À CONDUÇÃO DE PELOUROS MUNICPAIS

Dois anos e meio decorreram desde a tomada de posse dos actuais órgãos autárquicos. Desde a primeira hora a CDU procurou contribuir para a definição e concretização de objectivos da política autárquica municipal, analisar e estudar os assuntos enviados às reuniões de Câmara, expressar uma opinião fundamentada sobre os mesmos, bem como contribuir com a apresentação de outras propostas.

Do outro lado, da parte da presidência da Câmara e da actual maioria socialista, o mandato foi desde o início exercido de forma a interferir e boicotar reiteradamente os projectos e objectivos que estavam traçados e comumente assumidos. Por um lado, não dotando nunca os referidos pelouros, da responsabilidade da CDU, de meios humanos e financeiros que pudessem garantir o seu pleno desempenho, nem mesmo quando começaram a ser visíveis “folgas orçamentais. Por outro lado, interferindo com contra-ordens explícitas ou camufladas, imobilizando as decisões, a actuação de funcionários ou de encarregados. É disso exemplo o que aconteceu no Pelouro da Higiene e Limpeza, que viu sempre recusado o apoio à modernização. Trata-se do sector mais desprezado da Câmara Municipal, sem varredoura há quase um ano, com um carro de recolha a caminho das duas décadas, sem pessoal, nem mesmo para rentabilizar o aspirador adquirido no início do mandato. Apesar disso, este sector teve um início de mandato exemplar, em que o empenhamento dos trabalhadores e dos responsáveis do serviço mostraram ser possível fazer melhor. Trabalho interrompido pela afectação imediata do encarregado a outras funções, bem como pela transferência de funcionários.

 

 

Ler mais...
 
20 JULHO - SESSÃO PÚBLICA - DEFENDER A BAIXA DE COIMBRA criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
15-Jul-2016

 

20160720_sesso_pblica_defender_a_baixa.jpg

 

20 de Julho de 2016 - quarta - 17h30 - Sessão Pública na Praça 8 de Maio, em Coimbra.
DEFENDER, REABILITAR, POVOAR E DINAMIZAR A BAIXA!

Ler mais...
 
PASSAGEM DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA A FUNDAÇÃO: NÃO À PRIVATIZAÇÃO! criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
15-Jul-2016

 

20160707_universidade_fundao_privatizao.jpg

 

PASSAGEM DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA A FUNDAÇÃO:

NÃO À PRIVATIZAÇÃO! SIM À VALORIZAÇÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAs

Após a adoção do regime fundacional pelas Universidades do Porto, do Minho, de Aveiro e do ISCTE, a discussão sobre a passagem da Universidade de Coimbra (UC) a fundação de direito privado é mais um episódio sintomático no camuflado processo de privatização a prazo das instituições públicas de Ensino Superior. O Ensino Superior público é o único que pode garantir a igualdade de oportunidades, a democratização do sistema de ensino, tendo em conta as necessidades em quadros qualificados e a elevação do nível educativo, cultural e científico do país, tal como previsto na Constituição da República Portuguesa. Eis o que está em risco de vir a ser destruído. Este é, portanto, um processo que todos os democratas devem denunciar e ao qual se devem opor.

Este novo desenvolvimento não pode ser desligado da progressiva desfiguração do funcionamento colegial e democrático do Ensino Superior público e do definhamento da sua função social, em que se incluem o Processo de Bolonha e o Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior (RJIES), que introduz a possibilidade do regime fundacional. Um dos principais instrumentos utilizados neste processo é a imposição de uma burocracia asfixiante que tem dificultado o exercício da autonomia administrativa e financeira das instituições. Porém, o principal factor político desta deriva fundacional tem sido a constante desresponsabilização do Estado do financiamento adequado do ensino superior público. Este subfinanciamento crónico agravou-se nos anos recentes, condicionando as opções das instituições, que dependem cada vez mais de receitas próprias (que a passagem a fundação implica que sejam pelo menos 50% do orçamento) para o seu funcionamento e pagamento de salários, nomeadamente de aumentos das propinas, e levando a cortes na acção social e nas bolsas que têm contribuído para a gradual elitização do ensino superior.

Ler mais...
 
COIMBRA - NOTA SOBRE O PROJECTO "VIA CENTRAL" criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
15-Jul-2016

logo_cdu.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A CDU considera que existe uma cicatriz na Baixa para a qual tem que haver resposta. As populações estão privadas daquele espaço há demasiados anos! Por princípio a CDU não é contra a abertura de um canal entre a Avenida Fernão de Magalhães e a Rua da Sofia, no entanto, considera que a via deve ser exclusivamente para transporte público em via dedicada, admitindo trânsito apenas para residentes e cargas e descargas. Para a CDU a via central não pode significar mais uma via de trânsito a passar pela baixa. E não pode significar abrir mais uma frente de especulação imobiliária contrária aos interesses dos habitantes e utilizadores da baixa.

SOBRE A PROPOSTA DE REFERENDO

A CDU não é contra a utilização do referendo como forma de consulta às populações. Seremos sempre a favor de processos que promovam a participação na vida e nas decisões dos órgãos autárquicos.

Consideramos, no entanto, que um referendo ou outro processo de participação popular sério, para cumprir o seu objectivo, desde logo para assegurar que é de facto democrático e promove a participação, tem que se garantir que a pergunta formulada se entende - A pergunta tem que ser clara! O que claramente não acontece com a pergunta proposta pelo CpC!

A abertura da via central só deverá fazer-se para a passagem, em via dedicada, de um eléctrico ligeiro de superfície e com um programa de requalificação urbana, adaptando os edifícios da Rua da Sofia a esse fim?”

Não se entende o que quer o CpC referendar, nem se entende qual a sua posição sobre a Via Central.

Talvez por isso o CpC não divulga a pergunta, nem na petição que está a promover!
 
Como não se entende a pergunta questionamos o que quer o CpC com este referendo:

- Esconderem o seu compromisso com um projecto que destruiu uma linha ferroviária centenária, que esventrou a baixa e que se prepara para ser um instrumento na privatização de uma fatia dos transportes urbanos de Coimbra, colocando em causa os SMTUC? Comprometimento que é partilhado com a maioria PS, com PSD e CDS?

- Será que o que está em causa, não é o problema em si mas a instrumentalização da discussão da realização do referendo em função de objectivos de promoção e de protagonismo mediático e esconder que partem da mesma posição da maioria PS e até do PSD?

Desde logo a abordagem do CpC enferma do mesmo mal que a abordagem da maioria PS. Olha para a árvore (Via Central) e não olha para a floresta (a Baixa). Deveríamos estar a olhar para a Baixa e ver formas de melhorar o transporte público, melhorar a circulação, pôr mais gente/famílias a viver na Baixa, formas de levar mais cultura à Baixa e melhorar os espaços de lazer, melhorar as condições para o pequeno comércio.

Abordagem da maioria PS, partilhada (pelos vistos) pelo CpC, é olhar separadamente para cada um dos projectos da baixa sem os integrar. Talvez por isso tenha havido convergência CpC e PS na viabilização de uma nova superfície comercial de média dimensão do outro lado do rio.

Esta abordagem, de olhar caso a caso, impede que estejamos a fazer a discussão que importa. O que fazer com o que está à volta da via central? Para que vai servir aquele espaço onde hoje se encontra um buraco? Será que é possível haver habitação social, residências para estudantes ou haverá mais espaço para grandes superfícies comerciais e especulação imobiliária?

 

Ler mais...
 
22 JULHO - 70 ANOS DO IV CONGRESSO DO PCP - LOUSÃ criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
15-Jul-2016

20160720_jantar_iv_congresso_com_jeronimo.jpgHá setenta anos, em Julho de 1946, realizou-se na Lousã o IV Congresso do PCP. Após o fim da II Guerra Mundial. O PCP definiu o caminho para o derrubamento do fascismo, os seus princípios orgânicos, a sua natureza e a sua identidade.

A Comissão Concelhia da Lousã vai assinalar o aniversário numa iniciativa com a participação de Jerónimo de Sousa, dia 22 de Julho, sexta-feira.

Ler mais...
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 73 - 81 de 517


Destaque
20170325_assembleia_da_organizao_concelhia_de_coimbra_do_pcp.png20170222_coimbra_em_debate_por_uma_vida_melhor_cultura__democracia.jpg20170310_jantar_de_aniversrio_do_pcp_coimbra.png20170222_coimbra_em_debate_por_uma_vida_melhor.jpg20170210_ramal_da_lous_cumpra-se_o_aprovado.png20170100_mupi_mais_direitos_mais_futuro_nao_precariedade_2.jpg20170100_mupi_mais_direitos_mais_futuro_nao_precariedade_1.jpg20160910_universidade_fundao.jpg20170127_jantar_regional_do_pcp_com_jernimo.png20171117_sesso_pblica_jernimo_coimbra_web.jpg20161110_revoluo_de_outubro.jpg20160900_cartaz_mupi_emprego_direitos_producao_soberania.jpg20161028_sesso_pblica_jernimo_de_sousa_figueira_da_foz.jpg20161027_mobiidade_e_transportes.jpg20160923_visita_miguel_viegas_incndios_soure_web.jpg20160921_debate_dvida_euro_e_banca_vasco_cardoso_web.jpg20160902_festa_avante_cartaz.jpg20160720_jantar_iv_congresso_com_jeronimo.jpg20160819_jantar_condeixa_a_nova_jernimo_web.jpg20160720_sesso_pblica_defender_a_baixa.jpg20160500_cartaz_mupi_campanha_basta_submissao.jpg20160517_comcio_mais_direitos_mais_futuro.jpg20160509_reverso_da_fuso_dos_hospitais.jpg20160300_ramal_da_lousa.jpg
20160129_jantar_regional_com_jernimo_de_sousaweb.jpg20160200_solues_para_o_pas.jpg20151127_jantar_jernimo_figueira_da_foz_web.jpg20160200_mupi_luta_e_confiana.jpg201502_solucoes_pais_pcp_cartaz_mupi.jpg20150228_no_ao_declinio_nacional_solues_para_o_pas.jpg


20170316_debate_habitao.jpg
   
20141100_mupi_pcp_ha_alternativa.jpg20140900_cartaz_mupi_forca_do_povo.jpg     20140600_mupifora_do_povo_pcp.jpg20140624_centenario_joaquim_namorado._cartaz.jpg    

Joomla é um software livre sob a licença GNU/GPL.